Facebook
Twitter
Youtube
Linkedin
ARTIGOS PUBLICADOS
Principais considerações sobre o testamento

Testamento ainda é pouco utilizado no Brasil, mas é uma ótima maneira de destinar parte dos seus bens após a morte. Testamento é uma forma de expressar e se fazer cumprir a vontade do testador após sua morte. São as recomendações do que quer que se faça com seu patrimônio após sua morte. Por isso, o testamento é chamado de disposição de última vontad...

Igualdade dos consumidores

Um dos princípios básicos do consumidor é a igualdade nas contratações entre os clientes. É uma questão de justiça, e é isso que o Código de Defesa do Consumidor está tentando fazer desde 11 de março de 1991, quando entrou em vigor.             Quando se pensa em igualdade entre os consumidores, não se pode admitir ...

O peso dos impostos na compra de um imóvel

Todos que pensam em comprar um imóvel sabe que terão que desembolsar um valor alto só de imposto. Da mesma forma que um velejador antes de ir para o mar pensa nas condições do barco e na força do vento, quem pretende comprar um imóvel também terá que pensar em duas coisas: no valor do imóvel e no valor que terá que pagar de imposto. Com a compr...

Dicas para uma boa compra pela Internet

O comércio eletrônico é um dos ramos da economia que mais cresce no Brasil. Só no ano de 2014, segundo o E-BIT , as vendas aumentaram 24%. Aumentou, inclusive, a participação das classes C e D. Isso se deve ao fato de mais pessoas terem acesso à Internet por meio de tablets e smartphones, aliado a comodidade e ao preço normalmente mais baixo, se comparado ao da l...

Garantia e vício oculto dos produtos de consumo

            A garantia, segundo o Código de Defesa do Consumidor, é um dos direitos básicos do consumidor. Uma das maiores preocupações para a preservação dos consumidores está na garantia de padrões adequados de qualidade, segurança, durabilidade e desempenho dos produtos e serviços. ...

Direito dos animais

  No Direito brasileiro o animal é considerado uma coisa. Difícil entender, pois coisa dá uma ideia de algo inanimado. Talvez seja pelo fato de não ter domínio próprio e não poder ser responsabilizado. É necessário que alguém responda por ele. E, por isso, cabe ao dono o dever de guarda ou controle. ...